segunda-feira, 8 de maio de 2017

Um dos filmes mais esperados do ano não deixou nada a desejar.
 Já estamos na expectativa de revê-los nos Vingadores 3 Guerra Infinita

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Eles voltaram!!! 
O filme mais esperado do ano já esta quase faturando a primeira colocação de filme com maior bilheteria da história.

Star Wars: O Despertar da Força
É o sétimo filme da série Star Wars, se passando aproximadamente 30 anos após os acontecimentos de Return of the Jedi (1983). O elenco principal inclui John Boyega, Daisy Ridley, Adam Driver,Oscar Isaac, Andy Serkis, Domhnall Gleeson, e Max von Sydow, com Harrison Ford, Carrie Fisher, Mark Hamill, Anthony Daniels, Peter Mayhew e Kenny Baker reprisando seus papéis dos filmes anteriores.

É o primeiro filme de Star Wars produzido após a venda da LucasFilm porGeorge Lucas para a Walt Disney Pictures, que agora distribuirá os lançamentos da franquia. É também o primeiro da nova trilogia de Star Wars. O criador de Star Wars, George Lucas, serviu como consultor criativo do filme. A direção é de J.J. Abrams que escreveu o roteiro com Lawrence Kasdan, roteirista de O Império Contra-Ataca (1980) e O Retorno de Jedi (1983). Abrams e Kasdan rescreveram o roteiro inicial de Michael Arndt, que fez o tratamento original para a história.

O Despertar da Força acompanha a jornada de Rey (Daisy Ridley), que acaba encontrando um droide, BB-8, com informações do paradeiro de Luke Skywalker que está desaparecido. Ela é acompanhada por Finn (John Boyega), um stormtrooper desertor da Primeira Ordem, uma organização que quer reaver o Império Galáctico e luta contra Resistência, comandada por Leia Organa. O filme estreou em 17 de dezembro de 2015 no Brasil e Portugal, e em 18 de dezembro nos Estados Unidos. Aclamado pela crítica e público, tornou-se a maior estréia da história, com $529 milhões de dólares arrecadados no primeiro fim de semana. Em apenas 12 dias, chegou a um bilhão de dólares arrecadados ao redor do mundo, o filme mais rápido da história a chegar a este valor. Atualmente o Star Wars 7, já é quarta maior bilheteria da história do cinema de todos os tempos, e com todo esse avanço o filme pode ficar em segundo lugar, ou até mesmo, passar de Avatar e se tornar o filme de maior bilheteria da história.


Enredo


Aproximadamente 30 anos após a destruição da segunda Estrela da Morte em O Retorno de Jedi, a Aliança Rebelde conseguiu restaurar a República Galáctica, mas reminiscentes do Império Galáctico reorganizaram-se como a Primeira Ordem, cujo crescimento é combatido pela Resistência da República.

Poe Dameron (Oscar Isaac), um piloto da Resistência, é mandado ao planeta Jakku pela General Leia Organa (Carrie Fisher) para obter um mapa que, acredita-se, indica a localização de Luke Skywalker (Mark Hamill), o último Jedi, que está desaparecido há anos. Kylo Ren (Adam Driver), um poderoso conhecedor do Lado Negro da Força e discípulo do mestre Snoke (Andy Serkis), está tentando roubar o mapa. Dameron viaja até o planeta Jakku para tentar reaver o mapa. Quando Kylo Ren o ataca, ele coloca o mapa em seu droide, BB-8, e o manda fugir para longe. Kylo Ren captura Dameron e ordena o assassinato de todos no vilarejo onde ele foi encontrado. Um stormtrooper (John Boyega) fica ultrajado com a brutalidade da Primeira Ordem e deserta para ajudar Dameron, que passa a chamá-lo de Finn, uma vez que o stormtrooper não tem um nome, apenas um número: FN-2187. Eles não conseguem escapar e caem de novo em Jakku, e Dameron presumidamente morre. Enquanto isso, BB-8 fica na posse de Rey (Daisy Ridley), uma jovem que sobrevive catando lixo e espera pelo retorno de seus pais. Após Finn encontrar Rey e BB-8, a Primeira Ordem os localiza e os três escapam do planeta numa velha nave, a Millennium Falcon, que pertenceu a Han Solo (Harrison Ford).

Na fuga com a Millennium Falcon, esta é capturada por Han Solo e Chewbacca (Peter Mayhew), de quem a nave havia sido roubada há alguns anos. Após escaparem de um ataque de piratas que demandam o pagamento de uma dívida, eles viajam ao planeta Takodana para encontrar Maz Kanata (Lupita Nyong'o), uma velha pirata de mil anos de idade, que eles acreditam que pode ajudar. No castelo de Kanata, Rey é atraída pela Força até o porão, onde acha o sabre de luz de Anakin Skywalker e tem uma visão do passado e do futuro através da Força, da qual ela foge assustada. Finn pega o sabre de luz. Quando a Primeira Ordem ataca o castelo, Rey é capturada por Kylo Ren, enquanto os outros escapam graças à chegada das naves da Resistência, liderados por Dameron, que havia de fato sobrevivido da queda em Jakku. Eles vão para a base da Resistência em D'Qar, onde descobrem que Han Solo e Leia se separaram após seu filho, Ben Solo, que estava sendo treinado por Luke para ser um Jedi, ter se voltado para o Lado Negro da Força e se tornado Kylo Ren. O mapa, entretanto, é apenas parcial. Enquanto isso, Kylo Ren tenta torturar Rey para obter o mapa direto de sua mente, mas é impedido pela forte conexão de Rey com a Força, que ela usa para escapar.

A Primeira Ordem utiliza uma nova arma construída diretamente dentro de um planeta, a Starkiller, comandada pelo General Hux (Domhnall Gleeson). A Starkiller absorve a energia de um sol e destrói um sistema de planetas, numa tentativa de minar a República. Eles planejam destruir também D'Qar. Solo,

Chewbacca e Finn são enviados para desativar o escudo, de modo que as naves da Resistência possam atacar. Finn, entretanto, apenas quer salvar Rey. Após encontrá-la, eles colocam explosivos para sabotar a arma da Starkiller. Solo vê Kylo Ren e o confronta; Kylo Ren parece hesitante sobre abandonar o Lado Negro da Força, mas acaba matando seu pai, Han Solo, fato que Leia sente através da Força.

Os explosivos causam dano à arma da Starkiller, permitindo a Dameron e os outros pilotos adentrarem os sistemas de defesa. O ataque a D'Qar é evitado e a Starkiller começa a entrar em colapso. Kylo Ren confronta Finn, que usa o sabre de luz de Anakin mas é derrotado e cai inconsciente. Kylo Ren tenta pegar o sabre de luz, mas é Rey que consegue atraí-lo, e eles entram em confronto. Rey chega perto de derrotá-lo, mas à medida em que o planeta entra em colapso, o chão abre-se e eles são separados. A Starkiller é destruída e ambos escapam: Kylo Ren e General Hux vão encontrar-se com Snoke, e os outros retornam a D'Qar, onde o mapa completo é composto com a ajuda de R2-D2, que acorda. Rey viaja com Chewbacca e R2-D2 na Millennium Falcon para encontrar Luke Skywalker, que vive isolado numa ilha remota chamada Ahch - To, e mostra a ele o sabre de luz de Anakin Skywalker.

Elenco


Daisy Ridley como Rey. Rey é uma sobrevivente resistente, uma coletora de lixo empedernida por uma vida inteira lidando com os assassinos do mundo deserto e inóspito de Jakku.

John Boyega como Finn. Um guerreiro treinado desesperado para escapar de seu passado, Finn está mergulhado na aventura enquanto sua consciência o leva por um caminho heróico, mas perigoso.
Oscar Isaac como Poe Dameron. Um piloto ás, Poe Dameron é um líder na luta da resistência contra a maléfica Primeira Ordem. Ele decola para a batalha atrás dos controles de um moderno caça X-wing.

Adam Driver como Kylo Ren. Um guerreiro do lado negro poderoso na Força, Kylo Ren comanda missões da Primeira Ordem com um temperamento tão ardente quanto seu Sabre de Luz pouco convencional.

Harrison Ford como Han Solo. Contrabandista. Canalha. Herói. Han Solo, capitão da Millennium Falcon, foi um dos grandes líderes da Aliança Rebelde e, agora, mentor dos novos heróis da galáxia: Rey e Finn.

Mark Hamill como Luke Skywalker. Junto com seus amigos Han Solo e Leia, Luke combateu e venceu o perverso Império Galáctico.

Carrie Fisher como Leia Organa. Leia Organa é uma das maiores líderes da Resistência, destemida no campo de batalha e dedicada a acabar com a tirania do Primeira Ordem.

Peter Mayhew como Chewbacca. Wookiee e copiloto de Han Solo a bordo da Millennium Falcon, Chewbacca fez parte de um grupo restrito de rebeldes que restaurou a liberdade na galáxia. Conhecido pelo pavio curto e pela precisão com uma balestra Wookiee, Chewie também tem um grande coração — e uma lealdade inabalável aos amigos.

Kenny Baker como R2-D2. O útil droide astromecânico, R2-D2, serve Padmé Amidala, Anakin Skywalker e depois Luke Skywalker, mostrando grande bravura ao resgatar seus mestres e amigos de muitos perigos. Um habilidoso assistente de piloto e mecânico de espaçonave, ele forma uma improvável, porém duradoura, amizade com o atrapalhado droide de protocolo C-3PO.

Anthony Daniels como C3PO. C-3PO é um droid programado para etiqueta e protocolo, construído pelo heróico Jedi Anakin Skywalker e um companheiro constante para o astromech R2-D2. Ao longo dos anos, ele esteve envolvido em alguns dos momentos mais marcantes da galáxia e emocionantes batalhas - e é fluente em mais de seis milhões formas de comunicação.

Gwendoline Christie; como Capitã Phasma. Vestida com uma armadura metálica característica, Capitã Phasma comanda legiões de soldados da Primeira Ordem.

Lupita Nyong’o como Maz Kanata. Uma antiga mentora de Han Solo, é pirata, já viveu mais de mil anos e é dona de um castelo no planeta Takodana.

Andy Serkis como Líder Supremo Snoke. Snoke é o líder da Primeira Ordem, e, segundo J.J Abrams, uma figura poderosa com o Lado Negro Da Força. É ele quem narra o primeiro teaser do filme;

Domhnall Gleeson como General Hux. Um jovem e implacável oficial da Primeira Ordem, General Hux tem total confiança em suas tropas, métodos de treinamento e armas.

Max von Sydow como Lor San Tekka, o líder de uma aldeia em Jakku.









 
 
 
 
 


sexta-feira, 27 de abril de 2012

Marvel Comics

Marvel Comics, apelidada de House of Ideas ("Casa das Idéias"), é uma editora americana de banda desenhada ou história em quadrinhos  pertencente à Walt Disney Company, ao comprar em 2009, por 4 bilhões de dólares, a Marvel Entertainment. Com sede na 387 Park Avenue South, em Nova Iorque, é uma das mais importantes editoras do gênero no mundo, tendo criado muitos dos mais importantes e mais populares super-heróis, anti-heróis e vilões das histórias em quadrinhos. Entre as revistas mais famosas da Marvel, encontram-se o Quarteto Fantástico, Homem-Aranha, O Incrível Hulk, Capitão América, O Justiceiro, Os Vingadores, Demolidor, Thor, Homem de Ferro, Surfista Prateado, os X-Men, Blade:O Caçador de Vampiros, Motoqueiro Fantasma entre muitos. A partir da década de 1960, tornou-se uma das maiores empresas estadunidenses neste ramo, ao lado da DC Comics - sua principal concorrente e da Image Comics. O catálogo da Marvel, possui 5,000 personagens.

História

A Marvel Comics foi fundada nos anos 30 do século XX, por Martin Goodman, como Timely Comics. Goodman, um editor de revistas pulp que começou a vender um pulp de faroeste em 1933, expandiu-se para um emergente -e até então bastante popular- novas histórias em quadrinhos. Goodman começou sua nova linha de sua existente empresa na 330 West 42nd Street, New York City, New York. Ele oficialmente detinha os títulos de editor, editor-executivo e gerente de negócios, com Abraham Goodman oficialmente listado como publisher. A sua primeira publicação ocorreu em 1939, com o primeiro número da revista Marvel Comics, onde se deram as primeiras aparições do super-herói Tocha Humana e do anti-herói Namor, o Príncipe Submarino. O conteúdo deste sucesso de vendas veio de uma outra publicação, Funnies, Inc., mas no ano seguinte, teve sua própria equipe no lugar. Com a segunda edição, o título da série mudou para Marvel Mystery Comics.
O primeiro editor de quadrinhos da Marvel, o também roteirista e desenhista Joe Simon, se juntou a quem seria brevemente considerado uma lenda das HQ, Jack Kirby, para criar o primeiro herói patriota, o Capitão América, em Captain America Comics #1. (Março 1941). Capitão América logo virou um sucesso com uma circulação de quase um milhão. Portanto, nos anos 40 a Timely tornou-se muito conhecida.
Em 1939, Goodman contratou o primo de sua esposa, Stanley Lieber, como auxiliar de escritório em geral.Quando o editor Simons deixou a companhia no final de 1941, Goodman fez de Lieber - até então a escrevendo sob pseudônimo como "Stan Lee" - editor provisório da linha de quadrinhos, uma posição que Lee manteve durante décadas, exceto por três anos durante o serviço militar na II Guerra Mundial. Lee escreveu extensivamente para a Timely Comics, contribuindo para vários títulos diferentes.
O mercado americano de quadrinhos de super-heróis caiu no pós-guerra. A Editora de Goodman deixou de publicar a maior parte, e expandiu-se para uma ampla variedade de gêneros que a Timely Comics ainda não havia publicado, com ênfase no gênero de horror, faroeste, humor, funny-animal,crime, quadrinhos de guerra, e posteriormente, acrescentando uma porção de jungle books, títulos de romance, e até mesmo espionagem, aventura medieval, histórias da Bíblia e esportes. Como outras editoras, Goodman também cortejou os leitores do sexo feminino com quadrinhos principalmente humorístico sobre modelos e mulheres famosas.
Nos anos 50, a Marvel atravessou tempos difíceis, da mesma maneira que as outras editoras. Goodman começou a publicar com nome de Atlas, uma distribuidora de sua propriedade, em Novembro de 1951. Atlas, ao invés de inovar, seguia as seguintes tendências populares na televisão e no cinema - faroestes e dramas de guerra em vigor por um tempo, monstros de cinema drive-in em outro - e mesmo outras revistas em quadrinhos, especialmente a linha de terror da EC Comics. A Atlas também publicou uma infinidade de títulos para crianças e humor adolescente, incluindo Homer the Happy Ghost de Dan DeCarlo (fantasma à la Gasparzinho) e Homer Hooper (adolescente à la Archie Andrews). A editoa tentou sem sucesso ressuscitar os super-heróis entre 1953 e 1954, como o Tocha Humana (arte de Syd Shores e Dick Ayers, alternadamente), o Namor (quase todas histórias escritas e desenhadas por Bill Everett), e Capitão América (escritor Stan Lee e desenhada John Romita Sr.). A Atlas tinha no minímo cinco escritores oficiais(chamados oficialmente de editores) além de Stan Lee: Hank Chapman, Paul S. Newman, Don Rico, Carl Wessler e o futuro cartunista da Revista MAD, Al Jaffee.

No final dos anos 50 e início dos 60, o sucesso da DC Comics ao reviver o gênero de super-heróis nas histórias em quadrinhos (principalmente com a Liga da Justiça) fez com que a Marvel seguisse o mesmo caminho. Os principais expoentes desta época foram os seus empregados Stan Lee (edição e argumento) e Jack Kirby (arte), responsáveis pela criação do Quarteto Fantástico. A revista foi um enorme sucesso o que levou a Marvel a publicar outros títulos de super-heróis, entre os quais se destacou o gibi do personagem Homem-Aranha, criado por Stan Lee e Steve Ditko.
As histórias da Marvel distinguiam-se das demais pelo universo em que se desenvolviam ter características mais próximas da realidade, sendo mais humanizado e verossímil. Os argumentos exploravam a caracterização dos personagens. No caso do Homem-Aranha, ele era um jovem herói com alguma falta de auto-estima e muitos problemas mundanos, semelhantes ao de muitos adolescentes. Este novo olhar acabou por incentivar uma revolução nas histórias em quadrinhos (banda desenhada) estadunidenses com o passar do tempo. Até mesmo a concorrente DC Comics adotou algumas inovações realizadas pela Marvel em suas histórias. Stan Lee ganhou prestígio e foi durante alguns anos o diretor da empresa.
No início dos anos 70, uma série de novos directores trabalharam para a empresa em mais uma época não favorável para esta indústria. No entanto, no final dessa década, a Marvel estava novamente de boa saúde, graças a novas estratégias de marketing na distribuição e à renovação do título dos X-Men, arquitetado principalmente por Chris Claremont e John Byrne.
Nos anos 80, Jim Shooter era o diretor. Apesar da sua personalidade controversa, conseguiu eliminar alguns dos males da empresa - como a não publicação das revistas no prazo devido - e promover um renascimento criativo na Marvel, fazendo com que seus gibis tornassem-se ainda mais vendidos .
Em 1981, a Marvel comprou os estúdios de animação DePatie-Freleng Enterprises do famoso animador do desenho da A Pantera Cor-de-Rosa, Friz Freleng. A empresa foi rebatizada de Marvel Productions Ltd. e produziu séries de desenhos animados bastante conhecidas, como G.I. Joe, Transformers e Muppet Babies.
Em 1988, a Marvel foi comprada pelo investidor/empresário Ronald Perelman, que colocou a empresa na Bolsa de Nova Iorque e promoveu o aumento do número de títulos publicados. Entretanto, a empresa vendeu o seu catálogo de animação à Saban Entertainment e fechou permanentemente o estúdio de animação, optando por contratar terceiros para produzir seus projetos de animação.
A Marvel ganhou bastante dinheiro no início dos anos 90 devido ao boom das histórias em quadrinhos (banda desenhada) nos EUA, mas no meio da década enfrentou graves problemas financeiros, com acusações de que Perelman havia tirado todo o dinheiro da empresa em proveito próprio. Como consequência, a Marvel anunciou que o seu distribuidor exclusivo passaria a ser o Heroes World, que fez com que toda a indústria de distribuição de revistas de histórias em quadrinhos (banda desenhada) sofresse um grande abalo. A perda potencial da maior empresa da indústria, originou o encerramento das atividades da maioria dos distribuidores. No momento, existe apenas uma grande distribuidora de histórias em quadrinhos (banda desenhada) nos EUA: a Diamond Distribution. Muitos peritos julgam que esse fato causou um imenso dano à indústria das histórias em quadrinhos (banda desenhada).
No auge da crise,o investidor Carl Icahn tentou obter o controlo da Marvel, mas após arrastadas batalhas jurídicas, o controle da empresa foi entregue em 1997 à Isaac Perlmutter, proprietário da Toy Biz, uma das empresas do grupo. Com o seu sócio Avi Arad e os seus nomeados (e controversos) editor Bill Jemas e diretor Joe Quesada, Perlmutter reergueu a Marvel. Além da revitalização das revistas da empresa, alguns dos seus personagens foram licenciados para se tornarem filmes de sucesso, principalmente X-Men, X-Men Origins: Wolverine, Homem-Aranha, Quarteto Fantástico, Hulk, Homem de Ferro e Blade.
A Marvel mantém-se a principal editora estadunidense de histórias em quadrinhos (banda desenhada), mesmo numa altura em que a indústria é apenas uma fração do que foi décadas atrás. Há pelo menos três décadas, a principal concorrente, DC Comics, está abaixo da Marvel em vendas. Stan Lee já não está oficialmente ligado à empresa, mas permanece sendo o nome mais conhecido e importante na indústria e ocasionalmente demonstra o seu carinho pelos personagens, em edições especiais ou declarações públicas.
Em 2001, a Marvel Comics retirou-se da Comics Code Authority e estabeleceu o seu próprio sistema de classificação para as suas revistas. Criou também novas linhas editoriais, incluindo uma destinada a adolescentes mais velhos (Marvel Knights) e outra a adultos: a (MAX). Outro fator marcante na história da Marvel no início do novo milênio foi sua parceria com Hollywood, que resultou em várias adaptações de sucesso, iniciadas com o filme do Homem-Aranha, em 2002.[13]
Em 2006, a Marvel lançou uma Mega-Saga intitulada Guerra Civil, onde a comunidade heróica viu-se dividida, devido a uma Lei de Registro de Super-Humanos. Essa saga discutiu, de maneira profunda, vários fatores políticos e éticos, aumentando ainda mais a verossimilhança do Universo Marvel com o universo real. Nestes mesmo ano a empresa criou sua própria enciclopédia wiki em seu website.
Em 2007 a empresa inovou novamente, anunciando a Marvel Digital Comics Unlimited, um arquivo digital de cerca de 2.500 edições de histórias em quadrinhos antigas, disponíveis para leitura após o pagamento de uma pequena taxa mensal ou anual.
Em 2009, a Walt Disney Company comprou a Marvel Entertainment por 4 bilhões de dólares em dinheiro e ações.


 


Os Vingadores

Enredo

Quando um inesperado inimigo aparece e ameaça a segurança e a tranqüilidade do mundo, Nick Fury, diretor da agência internacional de pacificação conhecida como SHIELD, se vê em busca de uma equipe capaz de tirar o mundo da iminência de um desastre. Através do planeta, um ousado recrutamento se inicia, formado por: Homem de Ferro, Capitão América, Thor e Hulk, além de Viúva Negra e Gavião Arqueiro.


Elenco

 

 

 

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Steve Jobs... o gênio da Apple



Steven Paul Jobs (São Francisco, Califórnia, 24 de fevereiro de 1955Palo Alto, Califórnia, 5 de outubro de 2011) foi uminventor, empresário e magnata americano no setor da informática. Notabilizou-se como cofundador, presidente e diretor executivoda Apple Inc. Foi também diretor executivo da empresa de animação por computação gráfica Pixar e acionista individual máximo da The Walt Disney Company.
No final da década de 1970, Jobs, em conjunto com Steve Wozniak e Mike Markkula, entre outros, desenvolveu e comercializou uma das primeiras linhas de computadores pessoais de sucesso, a série Apple II. No começo da década de 1980, ele estava entre os primeiros a perceber o potencial comercial da interface gráfica do usuário guiada pelo mouse, o que levou à criação doMacintosh.
Após perder uma disputa de poder com a mesa diretora em 1984, Jobs demitiu-se da Apple e fundou a NeXT, uma companhia de desenvolvimento de plataformas direcionadas aos mercados de educação superior e administração. A compra da NeXT pela Apple em 1996 levou Jobs de volta à companhia que ele ajudara a fundar, e ele serviu como seu CEO de 1997 a 2011, ano em que anunciou sua renúncia ao cargo, recomendando Tim Cook como sucessor.


Juventude

Steve Jobs nasceu em San Francisco, filho de Joanne Simpson e do imigrante sírio Abdulfattah John Jandali. Os seus pais biológicos deram-no para adoção, pois não podiam proporcionar condições para que Steve se formasse na universidade.[9] Outra versão, no entanto, é que o pai de Joanne não queria o casamento e então ela teria decidido dar o bebê para adoção.
Foi adotado por Paul e Clara Hagopian Jobs, que lhe deram o nome de Steven Paul. Quando completou 17 anos, entrou na universidade Reed College em Portland, Oregon e, depois de 6 meses, viu-se obrigado a abandonar a universidade, devido aos seus elevados custos.

Carreira


O começo da Apple

Ao lado de seu parceiro tecnológico Steve Wozniak, Jobs fundou a Apple Computer em 1976 com o lançamento do Apple I e logo depois o Apple II. Com a Apple capitalizada pelos seus computadores "criativos" e simples, respeitada pela sua ousadia, a partir de 1979 iniciaram em conjunto a criação de um projeto que iria revolucionar tudo em matéria de hardware e software. Era o então projeto Macintosh, que ainda estava em suas cabeças e no papel. Este projeto sugeria o desenvolvimento de uma interface gráfica baseada por navegação de ícones, pastas e janelas (a chamada GUI) tudo isso acionado por um mouse - naqueles tempos os computadores só usavam o teclado - e uma prévia demonstração da tecnologia foi vista por Jobs numa polêmica visita ao PARC da Xerox Corporation, o que lhe rendeu algumas acusações, sem provas concretas, de espionagem industrial, fato que ainda não foi totalmente esclarecido e ao que tudo indica o modelo do sistema da Xerox foi apenas uma inspiração que desencadeou a criação do primeiro Mac OS (o sistema operacional padrão nos Macintosh).
Em 1984, a Apple lançou o Macintosh, o primeiro e único computador geral com recursos de desenho, tipografia, além de uma interface gráfica abundante. O lançamento do computador foi feito com um grande estardalhaço através de uma campanha publicitária exibida nos intervalos do Super Bowl, evento que atinge picos de audiência enormes. Este comercial de TVfoi emblemático pela sua ideia criativa e já demonstrava certa rixa entre Apple e IBM. O anúncio faz uma analogia ao livro de ficção científica homônimo de George Orwell "1984".

Saída da Apple – 1985

Em 1985, Jobs foi forçado a deixar a Apple pelo conselho de administração da empresa, e fundou outra empresa de computadores, a NeXT. Em 1986, comprou a Pixar à Lucasfilm, que anos mais tarde ficou famosa por uma nova linguagem de animação 3D para desenhos animados. Na década de 1990, a Pixar sob liderança de Steve Jobs produziu o primeiro filme infantil animado na sua totalidade por computador, Toy Story. No dia 24 de janeiro de 2006 a Walt Disney Company adquiriu a Pixar por 7,4 bilhões de dólares.[12] A Disney/Pixar é atualmente o maior estúdio de filmes animados do mundo.

Retorno à Apple – 1997

Em 1996 a Apple, que estava desenvolvendo um novo sistema operacional, comprou a NeXT Computer, de Steve Jobs, para poder usar o NeXTStep como base para o seu novo sistema operacional. Com esta operação Jobs retornou para a Apple - que estava numa situação financeira frágil e a ponto de fechar - em 1997 como consultor. A companhia foi salva a tempo com a venda de 40% das ações à rival Microsoft, com uma ideia e um produto criativo de impacto introduzindo o iMac em 1998 com o novo sistema operacional o Mac OS 9. Com o passar dos anos a Apple readquiriu as ações da Microsoft, que evitaram a sua falência.
Depois do sucesso de vendas dos primeiros iMacs, preparou uma nova revolução, a de refazer o famoso Mac OS, criando uma nova e poderosa plataforma que uniu o poder e a estabilidade do sistema Unix com a praticidade e elegância do tradicional Mac OS. Em 2000 foi lançado o Mac OS X.
Sob a orientação de Jobs, a Apple aumentou suas vendas significativamente depois destas inovações implantadas por ele e a sua equipe. O iMac foi o primeiro computador introduzido no mercado com várias características avançadas, principalmente pelo seu design inovador e pelo material utilizado, basicamente o plástico translúcido e colorido, o que decretou a morte da cor padrão para PCs (o bege), e a partir de então muitos deles passaram a usar este tipo de material nos produtos de informática em geral. Desde então, Jobs trabalhou muito em ideias criativas deste nível obtendo sucesso de vendas com elas.
Uma das suas inovações foi ramificar a Apple para além do seu mercado restrito da informática, passando a atuar na área de eletrônica, telecomunicações (iPhone), músicas digitais (AAC e MP3), com a introdução em 2001 do tocador portátil de música iPod, integrado com a loja de venda legal de música pela Internet através do iTunes, um software dedicado para reprodução de áudio, vídeo, CDs e de rádios online. O iPod conquistou o público pela sua leveza, praticidade, modernidade e simplicidade.
Em 2007 a Apple passou a comercializar telefones moveis, chamados de iPhone, com tecnologia de toque (batizada de multi-touch por aceitar toques simultâneos); em 2008 lançou a versão de tecnologia 3G do aparelho, iPhone 3G; em julho de 2009 lançou o iPhone 3Gs (speed), com comando de voz e muito mais rápido que os modelos anteriores.
Em junho de 2010, a Apple lançou o iPhone 4. Uma das maiores novidades, muito aguardada pelos usuários das versões anteriores, foi a possibilidade do multitask (execução de vários programas simultaneamente), além da câmera com 5 MP com flash, entre outras mudanças. O iPhone 4 foi alvo de polêmicas, após alguns usuários (0,55%, de acordo com a própria fábrica) constatarem que, se tocado em determinado ponto (onde ficava a antena), o equipamento sofria queda de sinal. Poucas semanas depois, Steve Jobs apresentou-se publicamente em uma conferência, admitindo a existência do problema. Para contorná-lo, os usuários teriam duas opções: receber gratuitamente uma espécie de capa para evitar o toque na antena; ou então ir a qualquer loja da Apple para a devolução do dinheiro.

MacWorld

Steve Jobs fazia anualmente palestras emblemáticas (Keynotes), nas MacWorlds, quando lançava as suas tão esperadas ideias para a Apple (e o público ficava muito frustrado quando não havia novidades convincentes nestes eventos da Apple). Jobs e os seus parceiros apresentavam as novidades que a empresa lançaria em cada temporada. Muitas dessas novidades acabavam tornando-se tendência de mercado. No final de 2008, a Apple declarou que a MacWorld 2009 seria a última em que a empresa iria participar. Nesta edição do evento, Phil Schiller, vice-presidente de marketing de produtos da Apple na época, foi o palestrante oficial.

Rivalidades





A rivalidade de Steve Jobs com Bill Gates, ex-presidente e principal acionista da Microsoft, já é elemento cultural do setor. Essa disputa pode ser verificada no filme produzido pelo canal de TV a cabo TNT, "Pirates of Silicon Valley" (Piratas do Vale do Silício, na versão em português), que aborda a biografia deles e das suas empresas, algumas vezes de forma exagerada. Podemos ver a disputa que existia entre eles e suas respectivas empresas muito antes de serem os ícones e "ídolos" que são hoje.

Pixar e Disney

Em 1986, Jobs comprou da Lucasfilm um estúdio de computação gráfica, o Pixar Studios, por 10 milhões de dólares. Com uma parceria estratégica com a Disney criou, produziu e lançou vários filmes em animação 3D de sucesso, tais como o Toy Story, Procurando Nemo, Ratatouille, "Up, Altas Aventuras" e o mais recente "Carros 2". Com a compra dos estúdiosPixar pelo grupo de comunicação e entretenimento Walt Disney, Jobs tornou-se o maior acionista individual da Disney, onde deveria ocupar um posto no conselho diretivo, segundo uma nota divulgada pela Disney no dia da aquisição, em janeiro de 2006.

Renúncia

No dia 24 de agosto de 2011, Jobs renunciou à presidência da Apple. Ele esperava permanecer como presidente da mesa de direção da empresa, recomendando em sua carta de demissão que Tim Cook fosse nomeado seu sucessor.

Morte

Steve Jobs morreu no dia 5 de outubro de 2011 na sequência de um câncer pancreático, contra o qual lutava desde 2004. O anúncio foi dado pela família dele, que disse: "morreu em paz hoje". A empresa da qual ele foi fundador e CEO, a Apple, divulgou um comunicado separadamente anunciando a morte de Steve Jobs:

Estamos profundamente tristes ao anunciar que Steve Jobs faleceu hoje.

O brilho de Steve, sua paixão e força foram as fontes de inúmeras inovações que enriquecem e melhoram todas as nossas vidas. O mundo é incomensuravelmente melhor por causa de Steve.

Os grandes amores da sua vida foram a sua esposa, Laurene e sua família. Nossos corações estão com eles e para todos que foram tocados por seus dons extraordinários.

—Apple
No mesmo dia, o site corporativo da Apple recebia os visitantes com uma página simples mostrando o nome de Steve Jobs, o seu ano de nascimento e morte e um dos seus retratos mais famosos. Ao ser clicada, a imagem conduzia a uma página com um obituário que dizia:

A Apple perdeu um visionário e gênio criativo, e o mundo perdeu um ser humano incrível. Aqueles de nós que tiveram sorte o bastante para conhecer e trabalhar com Steve perderam um amigo querido e um mentor inspirador. Steve deixa para trás uma empresa que só ele poderia ter construído e seu espírito sempre será a base da Apple.


quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Aos viciados em café... Senta que lá vem a história!!!


A história do café começou no século IX. O café é originário das terras altas da Etiópia (possivelmente com culturas no Sudão e Quênia) e difundiu-se para o mundo através do Egito e da Europa. Mas, ao contrário do que se acredita, a palavra "café" não é originária de Kaffa — local de origem da planta —, e sim da palavra árabe qahwa, que significa "vinho", devido à importância que a planta passou a ter para o mundo árabe.
Uma lenda conta que um pastor chamado Kaldi observou que suas cabras ficavam mais espertas ao comer as folhas e frutos do cafeeiro. Ele experimentou os frutos e sentiu maior vivacidade. Um monge da região, informado sobre o fato, começou a utilizar uma infusão de frutos para resistir ao sono enquanto orava.
O conhecimento dos efeitos da bebida disseminou-se e no século XVI o café era utilizado no oriente, sendo torrado pela primeira vez na Pérsia.
Na Arábia, a infusão do café recebeu o nome de kahwah ou cahue (ou ainda qah'wa, do original em árabe قهوة). Enquanto na língua turco otomana era conhecido como kahve, cujo significado original também era "vinho". A classificação Coffea arabica foi dada pelo naturalista Lineu.
O café no entanto teve inimigos mesmo entre os árabes, que consideravam suas propriedades contrárias às leis do profeta Maomé. No entanto, logo o café venceu essas resistências e até os doutores maometanos aderiram à bebida para favorecer a digestão, alegrar o espírito e afastar o sono, segundo os escritores da época.

Na Ásia e África

Em 1475 surge em Constantinopla a primeira loja de café, produto que para se espalhar pelo mundo se beneficiou, primeiro, da expansão do Islamismo e, em uma segunda fase, do desenvolvimento dos negócios proporcionado pelos descobrimentos.
Por volta de 1570, o café foi introduzido em Veneza, Itália, mas a bebida, considerada maometana, era proibida aos cristãos e somente foi liberada após o papa Clemente VIII provar o café.
Na Inglaterra, em 1652, foi aberta a primeira casa de café do continente europeu, seguindo-se a Itália dois anos depois. Em 1672 cabe a Paris inaugurar a sua primeira casa de café. Foi precisamente na França que, pela primeira vez, se adicionou açúcar ao café, o que aconteceu durante o reinado de Luís XIV, a quem haviam oferecido um cafeeiro em 1713.
Na sua peregrinação pelo mundo o café chegou a Java, alcançando posteriormente os Países Baixos e, graças ao dinamismo do comércio marítimo holandês executado pela Companhia das Índias Ocidentais, o café foi introduzido no Novo Mundo, espalhando-se nas Guianas, Martinica, São Domingos, Porto Rico e Cuba. Gabriel Mathien de Clieu, oficial francês, foi quem trouxe para a América os primeiros grãos.
Ingleses e portugueses tentaram a sua sorte nas zonas tropicais da Ásia e da África.

Lavoura de café no Brasil

Em 1727, o sargento-mor Francisco de Melo Palheta, a pedido do governador do Estado do Grão-Pará, lançou-se numa missão para conseguir mudas de café, produto que já tinha grande valor comercial. Para isso, fez uma viagem à Guiana Francesa e lá se aproximou da esposa do governador da capital Caiena. Conquistada sua confiança, conseguiu dela uma muda de café-arábico, que foi trazida clandestinamente para o Brasil.
Das primeiras plantações na Região Norte, mais especificamente em Belém, as mudas foram usadas para plantios no Maranhão e na Bahia, na Região Nordeste.
As condições climáticas não eram as melhores nessa primeira escolha e, entre 1800 e 1850, tentou-se o cultivo noutras regiões: o desembargador João Alberto Castelo Branco trouxe mudas do Pará para a Região Sudeste e as cultivou no Rio de Janeiro, depois São Paulo e Minas Gerais, locais onde o sucesso foi total. O negócio do café começou, assim, a desenvolver-se de tal forma que se tornou a mais importante fonte de receitas do Brasil e de divisas externas durante muitas décadas a partir da década de 1850.
O sucesso da lavoura cafeeira em São Paulo, durante a primeira parte do século XX, fez com que o Estado se tornasse um dos mais ricos do país, permitindo que vários fazendeiros indicassem ou se tornassem presidentes do Brasil (política conhecida como café-com-leite, por se alternarem na presidência paulistas e mineiros), até que se enfraqueceram politicamente com a Revolução de 1930.
O café era escoado das fazendas depois de secados nos terreiros de café, no interior do estado de São Paulo, até as estações de trem, onde eram armazenados em sacas, nos armazens das ferrovias, e, depois embarcado nos trens e enviado ao Porto de Santos, através de ferrovias, principalmente pela inglesa São Paulo Railway.

O Café e a geada

O café foi plantado oeste do estado de São Paulo, nos lugares mais altos, os espigões, divisores das bacias dos rios que desembocam no rio Paraná, lugares menos propensos à geadas que as baixadas dos rios. Nestes espigões foram também construídas as ferrovias e as cidades do Oeste de São Paulo, longe da malária que era comum nas proximidades dos rios. O café em São Paulo sofreu sobremaneira com a "grande geada de 1918" e a geada de 18 de julho de 1975, que atingiu também o estado do Paraná, dizimando todos os cafezais da região de Londrina.

A Valorização do Café

O mais conhecido convênio de estados cafeeiros para obter financiamento externo para estocagem de café em armazéns a fim de diminuir a oferta externa e conseguir preços mais elevados para o mesmo foi o Convênio de Taubaté de 1906. O pressuposto da retenção de estoques de café era a crença de que depois de uma safra boa, seguiria-se uma safra ruim, durante a qual o café estocado no ano anterior seria exportado. A partir da década de 1920, a valorização do café tornou-se permanente, aumentado muito o volume estocado, fazendo os preços se elevarem, atraindo com isso novos países produtores ao mercado fazendo concorrência ao Brasil. Com a crise de 1929, todo os estoques de café tiveram que serem queimados, a partir do governo de Getúlio Vargas. Foram queimados de 1931 a 1943, 72 milhões de sacas, equivalentes a 4 safras boas. A partir de 1944, a oferta de café passou a ser regulada por convênios entre países produtores.

Na Europa

Os estabelecimentos comerciais na Europa consolidaram o uso da bebida do café, e diversas casas de café ficaram mundialmente conhecidas, como o Café Nicola, em Lisboa, onde se encontravam políticos e escritores, sendo de realçar o poeta Bocage, o Virgínia Coffee House, em Londres, e o Café de La Régence em Paris, onde se reuniam nomes famosos como Rousseau, Voltaire, Richelieu e Diderot.
O invento da cafeteira, já em finais do século XVIII, por parte do conde de Rumford, deu um grande impulso à proliferação da bebida, ajudada ainda por uma outra cafeteira de 1802, esta da autoria do francês Descroisilles, onde dois recipientes eram separados por um filtro.
Em 1822 uma outra invenção surge em França, a máquina de café expresso, embora ainda não passasse de um protótipo. Em 1855 é apresentada em uma exposição, em Paris, uma máquina mais desenvolvida, mas foi em Itália que a aperfeiçoaram.
Assim, coube aos italianos, apenas em 1905, comercializar a primeira máquina de expresso, precisamente no mesmo ano em que foi inventado um processo que permitia descafeinar o café. Em 1945, logo após o final da Segunda Guerra Mundial, a Itália continua tendo a primazia sobre os expressos e Giovanni Gaggia apresenta uma máquina onde a água passa pelo café depois de pressionada por uma bomba de pistão. O sucesso foi notório.

A Crise de 1929

Com a "quebra" da Bolsa de Valores americana em 1929, o Brasil teve a primeira grande crise de superprodução do café, tendo que o governo brasileiro promover a queima de estoques para tentar segurar os preços. Nos finais da década de 30, o Brasil tinha-se visto a braços com outro excedente de produção que foi resolvido com ajuda da Nestlé, quando esta inventou o café instantâneo.

Superada mais essa crise, o Brasil continuou a ser o maior produtor mundial de café, embora nos últimos anos tenha de concorrer com outros países da América Latina.
O café é, atualmente, a bebida artificial mais consumida no mundo, sendo servidas cerca de 400 bilhões de xícaras por ano. O tipo de café mais comum é o arábica, ocupando cerca de três quartos da produção mundial, seguido do robusta, que tem o dobro da cafeína contida no primeiro.

O café e a saúde

 

 

A maioria das pessoas que consomem café diariamente desconhece as substâncias saudáveis e os seus efeitos terapêuticos:
A cafeína chega às células do corpo em menos de 20 minutos após a ingestão do café. No cérebro, a cafeína aumenta a influência do neurotransmissor dopamina.
Entre os malefícios causados pelo consumo excessivo de café podemos listar:
  • Ação diurética compulsivo causadora de perda de minerais e oligoelementos, aminoácidos e vitaminas essenciais.
  • Causa enfraquecimento do organismo através da perda de sódio, potássio, cálcio, zinco, magnésio, vitaminas A e C, bem como do complexo B.
  • Possui relação direta com a doença fibroquística (eventualmente precursora do “câncer da mama”).
  • Pode causar o aparecimento de polipos (primeiro estágio do câncer no aparelho digestivo), verrugas, psoríases e outras afecções dermatológicas.
  • Reduz a taxa de oxigenação dos neurônios.
  • Provoca uma maior secreção de ácido clorídrico, causando irritações nas mucosas intestinais que causam colites e ulcerações, principalmente para quem sofre de gastrite.
  • Sua ação é acidificante do sangue, propiciando o surgimento de leucorreias, cistites, colibaciloses e variados acessos fúngicos.

 


 







 

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Saindo 20 anos fora da década de 80 para entrar no mundo viciante de Smallville


Smallville (Smallville (título em Portugal) ou Smallville: As Aventuras do Superboy (título no Brasil)) é uma série de televisão americana de ficção científica que estreou em 2001 no canal The WB. Criada por Alfred Gough e Miles Millar, a série conta as aventuras do jovem Clark Kent na pequena cidade de Smallville (chamada de Pequenópolis na versão Dublada e Legendada brasileira), no estado do Kansas antes de se tornar o Superman.Smallville se basea na revista mini-série Superman: As Quatro Estações. A série preserva alguns nomes e acontecimentos da revista, mas caminha de forma independente.
No Brasil, é transmitida pelo canal a cabo Warner Channel e pela rede de televisão aberta SBT. Em Portugal, pelo canal a cabo Fox Next e pela televisão aberta RTP2.

Sobre a série

Smallville é baseada na história do mais conhecido super-herói da DC Comics de todos os tempos, o popular personagem Superman. A série mostra a vida do adolescente Clark Kent , que vive e cresce em Smallville. O seriado mostra como Clark lida com os problemas enfrentados durante a adolescência de qualquer humano comum, somando-se ao fato de, enquanto isso, manifestar novos poderes anormais, o que traz o lado dramático ao formato desejado pelos produtores: mostrar a vulnerabilidade de um pseudo-humano enquanto ele é completamente invulnerável. A idéia geral no seriado é a de que Clark seja assim, uma pessoa também vulnerável, principalmente quando está próximo das pedras de Kryptonita (pedaços radioativos de seu planeta-natal) e dos problemas emocionais com os outros personagens. A idéia original dos produtores era distanciar aquele conceito de imortalidade criado em cima do Superman, coisa até certo ponto entediante, para trazê-lo mais perto ao telespectador comum. Identificar e empatizar-se com aquele super-herói, também comum e vulnerável, era a missão chave da primeira temporada de Smallville e seu episódio Piloto. Apesar deste lado humano e fraco dos sentimentos humanos, Clark Kent também tem de passar a imagem do super-herói mais poderoso do universo DC, a tarefa talvez mais difícil do seriado. Além de explorar a adolescência de Clark, a série explora a sua relação com Lex Luthor, que no início é uma amizade mas ao longo do seriado se torna uma grande inimizade.
Os telespectadores frequentemente observarão alusões às revistas e filmes do Superman em forma de diálogos, atores convidados, figurinos dos personagens e cenas.
A série é filmada no Canadá, na cidade de Cloverdale. Algumas cenas são filmadas em Vancouver.
Existem várias locações na região, inclusive a Fazenda Kent, que é uma fazenda de verdade. A fazenda fica quase na divisa com os EUA. As coordenadas geográficas da fazenda +49° 1’ 0.09", -122° 32’ 18.67"
Na cidade de Cloverdale, fica o Talon e um antigo cinema que se chama Clova Cinema que fica na Street, 176 em Victoria, BC, Canadá. Próximo a Vancouver, fica o Hatley Castle onde é filmado a residência dos Luthor, ja em Vancouver fica o Vancouver Technical School, que é o verdadeiro nome do Smallville High School onde Clark e seus amigos estudam, o colégio fica na E Broadway 2600.
O predio onde é filmado a Luthor Corp é a Vancouver Public Library que fica na Robson Street, 345.
Marine Building é o prédio que eles usam para filmar algumas imagens do Planeta Diário.

Elenco e Personagens

Ator Personagem Participação Regular Participação Especial/Recorrente
Tom Welling Clark Kent (Superman) Temporadas 1 a 10
Allison Mack Chloe Sullivan (Torre de Vigia/Senhora Destino) Temporadas 1 a 10
Kristin Kreuk Lana Lang Temporadas 1 a 7 Temporada 8
Michael Rosenbaum Lex Luthor Temporadas 1 a 7
Annette O'Toole Martha Kent Temporadas 1 a 6 Temporada 9
John Schneider Jonathan Kent Temporadas 1 a 5 Temporada 10
Sam Jones III Pete Ross Temporadas 1 a 3 Temporada 7
Eric Johnson Whitney Fordman Temporada 1 Temporadas 2 e 4
John Glover Lionel Luthor Temporadas 2 a 7 Temporadas 1 e 10
Jensen Ackles Jason Teague Temporada 4
Erica Durance Lois Lane Temporadas 5 a 10 Temporada 4
Justin Hartley Oliver Queen (Arqueiro Verde) Temporadas 8 a 10 Temporadas 6 e 7
Aaron Ashmore Jimmy Olsen Temporadas 7 e 8 Temporada 6
Laura Vandervoort Kara Kent (Supergirl) Temporada 7 Temporadas 8 e 10
Cassidy Freeman Tess Mercer Temporadas 8 a 10
Sam Witwer Davis Bloome (Apocalypse) Temporada 8
Callum Blue Major Zod (General Zod) Temporada 9

Temporadas

Primeira temporada

2001 - 2002
1989. Uma chuva de meteoros atinge a pacata cidade de Smallville, no Kansas. Juntamente com ela, um bebê é trazido à Terra em uma nave espacial, e é acudida por Jonathan e Martha Kent, sem saber que, um dia, ele se tornaria o Salvador da Humanidade.
Treze anos mais tarde, somos apresentados a um jovem Clark Kent, que entra no colegial com a árdua tarefa de esconder seus poderes de seus melhores amigos, Pete Ross e Chloe Sullivan, e ainda conviver com a garota por quem é apaixonado, Lana Lang.
Num acidente de carro, Clark conhece Lex Luthor. A partir daí, os dois se tornam grandes amigos. Mas pode Lex Luthor ser confiável?
Com o tempo, pessoas afetadas pelas pedras de meteoros vão desenvolvendo poderes, como Tina Greer e sua habilidade metamórfica, Justin Gaines e sua telecinesia, Sasha Woodman e seu controle de abelhas e até mesmo Jodie Melville, uma garota capaz de sugar a gordura das pessoas. E Clark sempre está pronto para defender Smallville.
Ao decorrer da temporada, Clark vê o relacionamento de Lana e Withiney, seu namorado, desmoronar. Até que, após a morte de seu pai, Withiney resolve seguir carreira militar e, no último Episodio, abandona Lana.
Clark e Chloe se aproximam. Lana e Withiney se separam. Jonathan enfrenta um jornalista que descobre a verdade sobre Clark e quer expô-lo ao mundo. Um tornado se aproxima de Smallville, e acaba pegando Lana de surpresa. Clark descobre e vai salvá-la, deixando Chloe no baile. Jonathan e o jornalista ficam presos nos destroços de uma cabana, após o tornado.
Lex e Lionel brigam, e o pai fica preso em uma pilastra. Lex hesita em salvá-lo.

Segunda temporada

2002 - 2003
Pegando o gancho do último Episodio da 1ª temporada, o 2º ano de Smallville mostra todo o desfecho e as conseqüências causadas pelo tornado. Clark, de uma forma inacreditável, digna de um super herói, consegue salvar Lana, a tirando do tornado, com a ajuda de sua nave espacial, que sai para protegê-lo.
Lex também salva seu pai, mas ele acaba ficando cego.
Um retorno inesperado nesta temporada: Tina Greer, a metamórfica obcecada por Lana volta a Smallville na aparência de Whitney! Após Clark derrotá-la mais uma vez, Lana descobre que Whitney estava morto.
A relação de Clark e Lana se aprofunda ainda mais, após a morte de Withiney. Clark adquire uma nova habilidade: visão de calor, e se depara com um novo tipo de Kryptonita, a vermelha, que o afeta psicologicamente.
Ele conta seu segredo à Pete e começa a encontrar vestígios sobre sua misteriosa origem, ao conhecer o Dr. Virgil Swan, e à, finalmente, ter seu primeiro contato com o espírito de Jor-El, seu pai biológico.
Martha descobre estar grávida. Clark e Lana começam a namorar, o que causa a inimizade de Chloe, que promete a Lionel um dossiê sobre a história de Clark.
Clark se revolta contra Jor-El, que revela a ele que terá que deixar Smallville para cumprir seu destino. Num ato de rebeldia, ele destrói sua nave espacial, sem pensar nas conseqüências: Martha perde seu bebê.
Revoltado com tudo e com todos, Clark, usando um anel de Kryptonita vermelha, se exila em Metropolis, deixando Lana e sua família. Lex, que pareceu ter encontrado a mulher de sua vida, é enganado por ela após o casamento, e fica preso em um avião sem piloto, que cai no mar.

Terceira temporada

2003 - 2004
Três meses se passam. Clark, drogado pela Kryptonita vermelha, vive uma vida de magnata em Metropolis, enquanto, em Smallville, todos o procuram desesperadamente. Jonathan faz um trato com Jor-El para poder encontrar Clark, o que lhe trará graves conseqüências.
Lex e Chloe descobrem um passado negro de Lionel Luthor, que faz de tudo para encobrir a verdade, inclusive colocar a vida de seu filho em jogo.
Clark e Lana vão se distanciando cada vez mais por conta de seus poderes, e isso atormenta até mesmo Pete, que resolve ir embora, para não revelar o segredo do amigo a ninguém, numa espetacular demonstração de uma leal amizade.
Uma temporada eletrizante, onde várias aparições especiais dão um ar a mais no seriado. Morgan Edge, Alicia Baker, Perry White e uma pequena alusão à Lois Lane. A tambem a participação de um misterioso personagem chamado Adam Knight , que se aproxima de Lana e ao mesmo tempo esonde um grande segredo.
Chloe consegue colocar Lionel na prisão, mas isso trará a ela e a Lex um preço muito alto, um preço mortal.
Lana resolve ir morar em Páris.
Clark descobre a verdade sobre Lex e sua obsessão pela vida do jovem fazendeiro.
Jor-El deixa Jonathan em coma e consegue "seqüestrar" seu filho.

Quarta temporada

2004 - 2005
Clark retornou, mas ele não é mais o mesmo. Reprogamado por Jor-El, ele busca por três pedras ao redor do mundo. Tais pedras são a fonte do maior conhecimento do universo.
Lois Lane chega a Smallville, para descobrir a verdade por trás da morte de sua prima Chloe. Lois encontra um Clark sem memória, que retornou depois de ficar ausente por 3 meses, e o leva ao hospital. Lana ainda em Paris, e com um novo interesse amoroso, o destemido Jason Teague, pesquisa sobre uma antiga mártir e bruxa: Condessa Marguerite Isobel Theroux, quem ela acredita ser sua ancestral. Jonathan ainda está em coma, Martha está ao seu lado e Lionel está na prisão aguardando julgamento.
Martha traz Clark de volta ao normal graças a Kryptonita Negra, que transforma Kal-El em Clark. Nesse momento Jonathan sai do coma. Pouco depois Lois e Clark descobrem que Lex salvou Chloe da explosão e ela pôde testemunhar contra Lionel, o que garantiu sua prisão.
Clark resolve aproveitar o último ano de escola e entra para o time de futebol americano, mas depois desiste. Clark encontra dificuldades em sua relação com Lana e sua amizade com Lex começa a desmoronar, que fica cada vez mais sombrio. Durante a sua estadia na prisão, Lionel tem seu espírito trocado com Clark por algumas horas, fazendo com que sua doença rara se curasse e fez com que ele perdesse grande parte de sua maldade. Lois acha um cão muito especial: Krypto. Outro jovem super herói aparece na cidade: Flash. Chloe descobre o segredo de Clark. Lana tem sua antepassada despertada dentro dela por planos de Genevieve Teague, mãe de Jason, para que ela achasse os cristais de Clark. Genevieve tira Lionel da prisão.
Um inesperado e bem vindo personagem da temporada passada retorna, Alicia Baker, a jovem com a habilidade de se teletransportar. Alicia diz-se arrependida e disposta a consertar seus erros, pedindo desculpas à Lana e mostrando para Clark o quanto o amava. A participação de Alicia foi tão emocionante que a maioria dos fãs começou a torcer para que ela e Clark ficassem juntos, e foi ela quem revelou para Chloe que Clark não era um rapaz normal. Porém, Alicia foi brutalmente assassinada.
No final da temporada Clark e Lana se formam no ensino médio e confessam o amor que sentem um pelo outro. Lana mata Genevieve com o cristal kryptoniano fazendo com que Smallville se torne alvo de outra chuva de meteoros e Clark reúne as 3 pedras kryptonianas,e vai para caverna Kawatchi lá ele é transportado para o ártico.No ártico o cristal começa a flutua e sem saber o que fazer ele lança o cristal longe.

Quinta temporada

2005 - 2006
Tendo chegado no Ártico sem saber o que fazer, Clark deixa o Cristal fazer todo o trabalho. Com a recentemente formada Fortaleza da Solidão, Clark começa a cumprir seu verdadeiro destino, parando o mal iminente com a ajuda de Jor-El, porém para o treinamento para salvar Chloe.
Dois discípulos kryptonianos do General Zod, Nam-ek e Aethyr, chegam a Smallville en busca de Kal-El. O misterioso desaparecimento de Chloe nas cavernas e seu reaparecimento num hospital em Yukon, aumenta ainda mais as suspeitas que Lex tem em relação a Clark.
Clark fica sem seus poderes durante algumas semanas, o que permite que sua relação com Lana se desenvolva mais que nunca e os dois perdem a virgindade juntos. Chloe vira a nova confidente de Clark, já que agora sabe de seus poderes, ela também consegue um emprego no Planeta Diário, mas começa de baixo, literalmente. Clark entra para a faculdade e um de seus professores é Milton Fine, que na verdade é Brainiac e esconde segredos sombrios.
Dois novos heróis aparecem em Smallville, Aquaman e Ciborgue. Jonathan e Lex se candidatam a Senador. Jonathan é eleito Senador.
No centésimo episódio da série, Clark decide contar a Lana seu segredo, e também a pede em casamento. Lex descobre, e numa perseguição de carro com Lana, ela acaba sofrendo um acidente e morre. Desesperado, Clark procura seu pai biológico, Jor-El, e esta dá a ele a oportunidade de voltar no tempo, mas com algumas condições que mudariam para sempre o destino de Clark. Agora de volta ao passado, Clark decide não revelar o seu segredo, o que faz com que Lana se distancie ainda mais dele. Clark consegue salvar Lana do acidente, mas ela já está envolvida com Lex e Clark percebe que seu relacionamento não tem mais volta. Uma morte surpreendente atinge Smallville: Jonathan Kent morre, após Clark ter desobedecido seu pai biológico, Jor-El, para salvar Lana e por ele ter renegado seus poderes para ser um humano.
Lionel Luthor assume que sabe o segredo de Clark desde a queda da segunda chuva de meteoros.
Clark recebe ajuda de um aliado incomum e os verdadeiros motivos de Fine são revelados, obrigando Clark a tomar uma decisão que pode afetar a toda humanidade. Um vírus de computador criado por Fine destrói toda a infraestrutura tecnológica em todo o globo, gerando pânico e caos em várias cidades. Clark talvez não consiga salvar todos, e ainda pior, ele finalmente encontra o destruidor de Krypton, mas já pode ser tarde demais.
A temporada acaba de forma surpreendente, com Zod (Lex) dominando o mundo, e Clark preso na Zona Fantasma sem poder fazer nada. Com este cenário, talvez seja a temporada com o final mais caprichado entre todas as outras.

Sexta temporada

2006 - 2007
A sexta temporada começou a ser exibida dia 28 de setembro de 2006 nos Estados Unidos, na recém criada emissora The CW, e estreou dia 7 de novembro, ás 21h (Horário de Brasília) no Brasil, no canal pago Warner Channel.
O tema da sexta temporada, de acordo com o produtor executivo da série[1], é a "ascensão" de Lex Luthor. Nessa temporada Clark vai se empenhar em capturar os fantasmas que foram libertados quando ele conseguiu se livrar da Zona Fantasma e também continuaram aparecendo novos personagens da DC Comics.
Dessa vez Oliver Queen, o Arqueiro Verde aparecerá e se envolverá com Lois. Esta, por sua vez, anseia descobrir a identidade do Arqueiro Verde. Chloe tem uma surpresa e reencontra Jimmy Olsen, um fotógrafo do Planeta Diário com quem ela pensava ter perdido a virgindade em temporadas passadas.
Lana se aproxima mais de Lex e Clark parece aceitar isso de forma menos dolorosa. Os sentimentos de Clark por Lois também começam a mudar, principalmente a partir do episódio 6.10, intitulado Segredos Ameaçados.
No episódio 6.11 (Justiça), além de Oliver, outros três integrantes da Liga da Justiça reaparecem na série. Bart (Denominado como 'Impulse', em vez de 'Flash' por restrições da DC Comics), Victor (Cyborg) e AC (Aquaman) formam com Clark e Oliver a Liga na série. Depois de 'Justiça', um outro integrante da Liga aparecerá (Ajax - o caçador de marte). Especificamente no episódio "Labirinto", onde um dos fantasmas espalhados pela Terra causa grandes problemas a Clark, e neste momento ele descobre o aliado não muito claro ainda na história da temporada até então.
A partir do episódio "Fenômenos" o rumo da série começa a mudar. Lana fica obcecada pelo segredo de Clark, Chloe descobre ser uma infectada por kriptonita, embora não possua poderes aparente. Os sentimentos de Clark por Lana voltam à tona.
O envolvimento de Lex com o experimento chamado 33.1 que aparentemente realiza trocidades com infectados a fim de criar um novo ser que só aparecerá no episódio 6.21 intitulado "O Protótipo". Lex arriscará tanto por isso que envolverá Lana numa gravidez muito suspeita. Essa gravidez fará Lana subir ao altar com Lex e se tornar a Sra. Luthor.
No dia de seu casamento, Lana descobrirá os poderes de Clark e isso quase impedirá o casamento, porém Lionel ameaça matar Clark caso ela deixe seu filho esperando-a na igreja.
Após o casamento, Lana descobre que não está grávida e revela a Clark que sabe do seu segredo. Clark vai tirar satisfações com Lionel, mas Ajax revela que Lionel forçou Lana a se casar para que ela descobrisse mais sobre um terrível experimento de Lex. A situação foge do controle de Lex e Clark enfrenta o último fugitivo da zona fantasma: Bizarro. Enquanto isso, Lana Lang aparentemente morre carbonizada após seu carro ter explodido depois de uma discussão com Lex. Lois Lane é assassinada durante uma investigação contra Lex Luthor, e Chloe Sullivan usa seu poder para curá-la, o que causará sua morte em seguida devido a todo desgaste de energia usado para a ressureição da prima.

Sétima temporada

2007 - 2008
A lenda continua nesses sensacionais 20 Episodios da saga de um dos heróis mais venerados de todos os tempos. Clark conhece sua prima Kara-El - uma garota kryptoniana que foi enviada a Terra para salvar o bebê Kal-El - enquanto namora com Lana, após o fim do casamento com Lex. Este aperfeiçoa uma nova obsessão ao ser salvo por Kara enquanto Lois lida com uma competição jornalística contra sua prima graças ao mais novo editor do Planeta Diário.
Chloe não está pronta para aceitar o que realmente é e termina seu romance com Jimmy.
Aparições não faltam na temporada, tais como: Sasha Woodman, uma freak vista na 1ª temporada; Lara, a mãe de Clark; Zor-El, o pai de Kara; o retorno de Pete Ross; Dean Cain interpretando o psicótico Dr. Knox; a entrada da Canário Negro na Liga da Justiça; e a volta do Caçador de Marte, de Oliver Queen/Arqueiro Verde e do vilão Brainiac.
Lois descobre o segredo de Oliver (Arqueiro Verde), Chloe e Jimmy voltam a namorar, Lex vira o novo diretor do Planeta Diário. Clark conhece Dax-Ur (o criador de Brainiac), enquanto Bizarro tenta conquistar o amor de Lana. Surge a Kriptonita Azul, que anula os poderes de Clark, mas que pode ser mortal para Bizarro.
Descobrimos nessa temporada que Lionel, Dr. Swann e os pais de Oliver e de Jason formavam o grupo Veritas, que queria controlar o viajante (Clark), e que Lionel foi o responsável pela morte de todos os membros do grupo.
Quando Lex fica obcecado em descobrir onde se encontra o viajante, este mata Lionel em busca da chave para o viajante. Clark encontra o último sobrevivente de Veritas, Edward Teague, que depois é morto por Brainiac, personificando Kara, que está presa na Zona Fantasma.
Brainiac deixa Lana e Chloe em coma, mas acaba ficando fraco e busca por energia. Clark destrói Brainiac, salvando ambas. Lana deixa Smallville para que Clark cumpra sua missão e Chloe é presa pelo Departamento de Segurança de Lex. Clark vai em busca de Lex, que descobriu o segredo de Clark e a Fortaleza da Solidão.Ao usar um dispositivo kryptoniano com a função de controlar Clark, Lex o derrota a acaba causando a destruição da Fortaleza e ambos ficam soterrados.

Oitava temporada

2008 - 2009
 
 
A oitava temporada começa com algumas semanas depois que a Fortaleza fora destruída, com uma equipe de escavação na região ártica pela LuthorCorp investigando o desaparecimento de Lex. Membros da Liga da Justiça se reúnem à procura de Clark, que está em estado vulnerável após a queda da Forteleza. A temporada mal começa e o novo emprego de Clark no Planeta Diário significará trabalhar junto a mesa de Lois Lane. Os dois serão obrigados a trabalharem em equipe cobrindo toda a pressão existente em Metrópolis. Algumas vezes é a própria Lois que se torna o maior obstáculo de Clark, especialmente quando ele está sem saída. Mas com Clark e Lois impulsionando uma maior proximidade, o clima começa a esquentar, e os sentimentos que começarão a aparecer irão vir como uma surpresa para os dois. No mesmo momento, Clark começa a descobrir a necessidade de se adaptar para explorar a sua dupla identidade como repórter e super-herói.
Mesmo com Lex desaparecido, a mansão dos Luthors não está vazia por muito tempo. A nova moradora é a Tess Mercer, a quem, seguindo as ordens escritas por Lex, assume o lugar dele na LuthorCorp e todos os projetos, incluindo a direção do Planeta Diário. Tess mostrará ser tanto impenetrável como ardilosa, e é uma nova e enigmática presença para todos. Não demorará muito para que a atenção de Tess se volte para Clark. Mas Clark está desconfiado das intenções dela, e como as marcas do seu passado são desmascaradas, novos mistérios irão aparecer. Através de tudo isso, Tess resolve permanecer inabalável - para encontrar Lex Luthor, na qual ela está convencida que ele ainda esteja vivo.
Clark não é um dos únicos que irá enfrentar desafios formidáveis. Oliver Queen retornará para fazer Metrópolis a sua casa. Ele se encontra numa encruzilhada, forçado a viajar através de alguns terrenos obscuros - especialmente quando os demônios de seu passado são despertados. Oliver ultimamente começa a questionar o seu papel como um super-herói, tal como Clark está abraçando o seu.
Com um noivo e novas habilidades que a assustam tanto quanto a intrigam, Chloe Sullivan decide direcionar sua atenção em ajudar o próximo. Ela assume o que Lana deixou e reabre a Fundação Isis para fornecer ajuda e conselhos para aqueles que são afetados por meteoros. Ela logo descobre o quão malandro um afetado por meteoro pode ser. A vida de Chloe ainda fica mais complicada quando ela conhece o paramédico Davis Bloome. Um servidor público sem descanso, Bloome consegue uma amizade bem rápida com Chloe. Nobre e misterioso, Bloome tem seus próprios demônios. Ele esta com problemas a respeito de vários lapsos de tempo que ele não consegue lembrar, e de maneira que ele se aproxima das respostas, ele deve confrontar o seu maior medo - que em seu coração, ele é pura maldade.
No decorrer da temporada, vai surgindo vários conflitos entre os persoangens. Após Jimmy ter visto Davis matar um motorista bêbado ele quer provar que Davis é um assassino. No entanto, Davis dá um jeito de convencer Chloe que o que Jimmy viu não passou de uma alucinação. Após uma discussão, Jimmy deixa Chloe, o que acaba facilitando para ela ficar com Davis. Clark e Oliver também começam a ter confiltos em sua amizade, principalmente, porque Oliver supostamente matou Lex Luthor. A partir daí muitas tentativas de assassinato contra Davis acontecem mas só acabam fazendo com que ele se torne mais poderoso ainda.
Clark pede a ajuda da Liga para deter Doomsday, para isso utilizando a kryptonita preta. O plano dá certo mas as coisas saem do controle. Doomsday espalha destruição e Clark o enfrenta nas ruas de Metrópolis, o monstro é enterrado por Clark no subsolo. Enquanto ninguém sabe se Clark sobreviveu após a luta com Doomsday, Davis mata Jimmy por vingança pois Chloe ainda amava Jimmy e só esteve com ele para proteger Clark, antes que Davis possa matá-la, Jimmy , ainda vivo, mata Davis e em seguida morre nos braços de Chloe. A temporada termina mostrando Clark vivo sem saber como, mas deixando tudo e todos para trás por pensar ser sua culpa a morte de Jimmy. A esfera kryptoniana que Lex havia usado para derrotar Clark na temporada passada traz Zod de volta.

Nona temporada

2009 - 2010
 
 
A nona temporada se passa três semanas após os eventos de "Juízo Final". Para quem não se lembra, quando Lois Lane encontrou o anel da legião e o pôs em seu dedo ela desapareceu. Após o confronto com Apocalypse e a morte de Jimmy Olsen nas mãos de Davis Bloome, Clark Kent deixa todos aqueles com quem se importa para seguir seu destino. Ao final do episódio, a órbita kryptoniana que Lex Luthor havia usado para derrotar Clark em "Pólo Norte" traz "Zod" de volta.
Nessa temporada Clark aceitou seu destino e começa agora a ter uma dupla identidade, a de jornalista do Planeta Diário e do super-herói conhecido como Borrão. Chloe nessa temporada está mais ousada e sua amizade não vai tão bem quanto antes. Lois retorna do futuro sem nehuma lembrança do ocorrido. Tess Mercer assume o que Lex deixou para trás com a intenção de salvar a Terra e Clark. Esse Zod que vemos não é o verdadeiro General Zod, e sim, um clone do mesmo vinte anos antes de Kypton ser destruído, ainda sob a patente de major e sem poderes. Oliver Queen conseguiu sair da escruidão em que estava e volta a ser Arqueiro Verde, ele engata um romance com Chloe e arranja uma aprendiz.
Nessa temporada há grandes novidades, entre elas a introdução de Mia Darden, a aprendiz de Oliver, dos kryptonianos vindos de Kandor, do Metallo, Amanda Waller e da Sociedade da Justiça. Personagens nessa temporada voltam como Perry White, Martha Kent e ainda há a revelação de Lex Luthor pode estar vivo.
Durante o tempo em que Lois estava ausente, ela estava um ano no futuro, nesse futuro Zod e seu exército haviam dominado a Terra, Oliver e Chloe se juntaram e formaram uma rebelião para detê-lo, Clark estava impossibilitado de fazer algo já que Zod havia construído uma torre solar que lhe deu os poderes kryponianos mas os tirou de Clark. Ao voltar para o presente, Lois acidentalmente trouxe junto uma ninja do exército de Zod que, ao confrontar Clark, lhe revela o que acontecerá no futuro. Agora ele, junto com seus amigos e aliados têm a missão de deter uma invasão alienígena.
Clark e Lois começam um namoro, embora ela ame Clark ela está apaixonada pelo Borrão (que sem ela saber é Clark) mas o relacionamento não dura muito. Oliver e Chloe também começam um relacionamento amoroso, tanto que ela é um dos motivos para Oliver voltar a ser um herói. Tess e Zod, à medida que se conhecem vão começando uma relação, mas ainda eles não confiam um no outro.
Quando Clark conhece Zod ele tenta ter uma amizade com ele, para evitar que o mesmo seja tomado pela ânsia por poder e se torne um grande vilão. No entanto isso não dá certo quando Clark estraga os planos de Zod de ativar a Torre Solar. Quando Zod é baleado, Clark usa seu sangue para salvá-lo mas sem saber, traz à tona os poderes de Zod. Com isso, Zod começa a fazer com que seu exército tenha os mesmos poderes, dando-lhes do próprio sangue. Vendo que Zod planeja dominar o mundo, Tess pega o Livro de Rao, que iria mandar os kandorianos para outro planeta. O livro mais tarde cai nas mãos de Clark.
Ao final da temporada, Oliver desaparece, mas antes confessa a Chloe que a ama e ela diz o mesmo, Clark revela a Lois que ele é o Borrão. Ele e seus amigos e aliados se juntam para deter Zod, Clark percebe que terá que fazer isso sozinho. Tess tenta deter Zod para salvar a todos mas ela é queimada por Zod e, devido aos ferimentos morre. O exército de Zod se vira contra ele e eles aceitam serem mandados para outro planeta e construir um novo Krypton. Zod e Clark se enfrentam em uma batalha épica, Clark se deixa ser apunhalado por Zod, que estava usando uma adaga de kryptonita azul. Zod pensando estar vitorioso acaba sendo banido também. Clark cai do prédio onde os dois se enfrentaram com a adaga em seu abdômen.


Décima temporada

2010 - 2011
John Schneider (Jonathan Kent), está confirmado para retornar no episódio "Lázaro" e em mais um episódio da temporada. Também foi confirmado que Laura Vandervoort (Kara Kent) retornará nessa temporada em somente um episódio encerrando seu arco, se tornando de vez a Supergirl. Outra personagem que irá aparecer na série como personagem recorrente será Cat Grant, que havia aparecido na nona temporada no episódio "Fogo Cruzado", nesse episódio ela foi interpretada por Emilie Ullerup. John Glover (Lionel Luthor) e James Masters (Milton Fine / Brainiac) também retornarão à série, nessa temporada Lionel será ressuscitado e será um persoagem recorrente (assim como Jonathan), já Brainiac aparecerá como Brainiac 5.
Callum Blue (Major Zod) retornará para a última temporada da série como personagem recorrente. Clones de Lex Luthor aparecerão nessa temporada mas não foi confirmado ainda se Michael Rosenbaum, que está fora da série desde a sétima temporada (na oitava e nona temporada o personagem foi interpretado por Kevin Miller) irá retornar. O vilão da temporada será Darkseid.
Na explosiva décima temporada, Smallville culmina no surgimento do maior heroi do mundo: Superman. Finalmente trabalhando ao lado da intrépida Lois Lane no Planeta Diário, Clark Kent aceitou seu destino como guardião de Metrópolis. Isso ocorreu justo no momento em que surge um clone do General Zod desafiando o poder e a autoridade de Clark. Quando o romance entre Clark e Lois começa a desabrochar, Clark junto com seu grupo de herois e a lendária Sociedade da Justiça começam a enfrentar forças sombrias. Ao final da temporada, Clark se sacrifica para salvar o mundo de Zod. Agora a décima temporada promete reunir o clássico romance entre Clark e Lois, e trazer Clark face á face com seu destino para se tornar o Superman, acoplado com diversos eventos ainda: As aparições de Vovó Bondade, Darkseid e Cat Grant e Chloe Sullivan usando o capacete do Senhor Destino.

Diferenças entre Smallville e Superman nos quadrinhos

Existem diversas diferenças entre a série e os quadrinhos. Podemos citar:
  • Clark Kent só viria a conhecer muitos dos personagens mostrados já adulto, como Superman, em Metrópolis. Veja o tópico Personagens DC comics que já apareceram na série abaixo. Especialmente o advento na Liga da Justiça só ocorreria com Superman adulto.
  • Smallville na série já foi visitada por diversos super-heróis. Nos quadrinhos, pouquíssimos heróis já visitaram a cidade.
  • Luthor é mostrado no começo da série como uma boa pessoa, o que não ocorre nos quadrinhos.
  • O pai de Lex nos quadrinhos foi mostrado de uma maneira totalmente diferente da série. Nos quadrinhos, nas poucas vezes que fora mostrado ele era um alcoolátra pobre, e não se chamava Lionel. Entretanto, a aparência física de Lionel na série faz alusão a um período em que o próprio Luthor ocupou o corpo de um clone com uma vasta cabeleira, fazendo-se passar por seu próprio filho.
  • Não há registros de vilões que ganharam poderes com kryptonita em Smallville nos quadrinhos, salvo Kenny Braverman, o Conduíte. Na série, são incontáveis.
  • Chloe Sullivan é uma personagem criada especialmente para a série, e não existia nos quadrinhos.Porém a partir de 2010 ela foi reconhecida pela DC e se tornando entao uma personagem os quadrinhos.
  • Pete Ross é mostrado como um cidadão afro-americano na série; nos quadrinhos, ele é loiro de olhos azuis.
  • Lana Lang é mostrada como mestiça de chinês com holandês na série e que tinha um caso complicado com Clark; nos quadrinhos ela é ruiva e é a primeira depois dos pais de Clark a conhecer seus poderes(como é mostrado na minisérie Superman: As Quatro Estações) nos quadrinhos namorou com Clark, mas o namoro terminou quando Clark foi para Metrópolis.
  • Supergirl ao chegar na Terra, é conhecida por todos como Kara Kent, nos quadrinhos, ela adota o nome Linda Lee.
  • Metropolis nos quadrinhos fica na costa leste, uma clara alusão a Nova Iorque (como também é o caso de Gothan City, em Batman), mas no seriado a cidade fica em Kansas, sendo visível da fazenda Kent. No episódio Recruit (S04/E13) Lois é presa numa tubulação de águas pluviais e diz que poderia ter ido parar no Mississipi, do qual o rio Missouri é o principal afluente, e banha Kansas Cith, provável referência da versão televisiva da personagem.

Alusões da série a Superman

Por diversas vezes, os personagens em Smallville deixam alusões sobre o futuro do super-herói, seja em imagens, ou até mesmo diálogos
  • Chloe para Clark: Jornalista e Super-Herói? Quais seriam as chances?
  • Lex para Clark: Clark, acredita que o homem pode voar? Clark: Claro Lex, de avião.
  • Clark: Ainda não escolhi minha profissão, só não quero algo que precise usar terno, nem voar.
  • Lightning Lad (Garth Ranzz) [Convidado do Episódio 8.11 - A Legião] para Clark: Você pode ser conhecido hoje como Clark Kent, mas um dia será conhecido como Sup…(Cosmic Boy o interrompe para que Clark não descubra e altere o futuro).
  • Lois: Desisti de encontrar o homem perfeito. Uma vidente me disse que eu me apaixonaria por um homem que usa capa e muito colex. Então estou esperando meu super-heroi travesti desde então.
  • Lois para Família Kent: E por falar em sonhos...sonhei com um homem de capa vermelha.
  • Lana para Clark [Episódio 1:01] : Você é homem ou super-homem? Clark : Ainda não descobri.
  • Lex para Clark: acredite Clark nossa amizade se tornará uma lenda

Aparições de personagens do universo DC na série

As menções a seguir são referentes somente à heróis e vilões do Universo Dc.
  • Lex Luthor [ Episódios 1ª temporada - 7ª temporada, 8.10, 8.14, 10.01, 10.05, 10.06]
  • General Zod [Episódios 5.08, 5.22, 6.01, 8.22, 9ª temporada]
Até a sexta temporada é o General Zod original, a partir de Doomsday (Juízo Final) em diante é um clone jovem, o Major Zod.
No 22º episódio da Terceira Temporada, Covenant (O Acordo), Kara (Adrianne Palicki) é, na verdade, uma simples humana mortal que recebeu uma lavagem cerebral e super poderes de Jor-El para que convencesse Clark a aceitar seu destino. Não é a Supergirl. A Supergirl apareceria somente na sétima temporada sob a atuação da atriz Laura Vandervoort.

Os superpoderes de Clark

No seriado Smallville tudo parece ser estrondoso e genial, principalmente as habilidades kriptonianas dos nativos daquele planeta sob efeito da nossa energia solar e os afetados por meteoros. Exemplo disso são os episódios da sétima temporada onde cada vôo da Supergirl é um show a parte de efeitos especiais, diferente das antigas produções de Superman, onde todos eram limitados pelo fundo verde e recursos finitos de tecnologia visual.
  • Vôo [ Episódio 10.03 - Supergirl e Episódio 10.04 - Homecoming]
Clark voa pela primeira vez em Supergirl onde Kara "ensina" Clark a voar, porém ele já voou outras vezes, mas estava dormindo ou seu lado kriptoniano estava aflorado. Já no episódio 10.04, ele voa no final do episódio, quando está dançando com Lois no seu celeiro.
  • Super Força [Episódio 1.01 - Piloto]
Clark já possui uma força descomunal, mas vai desenvolvendo a super força ao longo da série, até que no final tenha desenvolvido a força quase infinita do Superman.
  • Super Velocidade [Episódio 1.01 - Piloto]
Clark aparece como se já conhecesse sua Super Velocidade, também lhe permite ver tudo em câmera-lenta e só ele agindo.
  • Invulnerabilidade [Episódio 1.01 - Piloto]
A invulnerabilidade de Clark também vai aumentando ao longo da série.
  • Visão de Raio-X [Episódio 1.04 - Visão de Raio-X]
Diversos momentos na série mostram Clark fazendo uso deste poder com uma pitada de humor no enredo.
  • Visão de Calor [Episódio 2.02 Um Novo Poder]
Talvez a capacidade do Superman mais explorada no seriado, devido sua manifestação ter ligações com o lado afetivo e emocional de Clark.
  • Super Pulo [Episódio 2.12 Insurreição]
Clark usa seu super pulo pela primeira vez para pular do Planeta Diário até o LuthorCorp Plaza.
  • Regeneração de tecidos [Episódio 2.20 Testemunha]
Devido a exposição à kriptonita, Clark se fere e se recupera graças a essa habilidade.
  • Super Audição [Episódio 3.10 Sussurro]
Habilidade que fica bem enfatizada no decorrer do sexto e sétimo ano da série.
  • Super Sopro [Episódio 6.02 Resfriado]
Habilidade ainda a ser aprimorada na série. Foi usada apenas 4 vezes desde a sexta temporada.
  • Ler Pensamentos [Episódio 9.04 Eco]
Poder temporariamente dado a Clark por Jor-El, como fase de seu treinamento.
  • Sopro Congelante [Episódio 9.17 Atualização]
A versão ártica do super sopro Clark usou para congelar metade da cidade de Seattle e congelar John Corber (Metallo) com a ajuda de Zod, Clark estava afetado pela kryptonita vermelha.

Kryptonitas

Na série, são apresentados alguns tipos de kryptonitas, não somente as verde e vermelha como de costume, mas as preta, prata e azul.
Na primeira temporada da série, Clark descobre um tipo de "pedra" verde, que todos acham que são fragmentos dos meteoros que caíram em Smallville. Mais tarde, esses "fragmentos" radioativos são chamados de kryptonita (que vem de Krypton, planeta natal de Clark). Esta kryptonita tem o poder de enfraquecer Clark enfraquecendo seu sangue, com contato direto ou não.
Na segunda temporada da série, Clark descobre um novo tipo de kryptonita, a vermelha. Esta kryptonita muda a personalidade de Clark, deixando de ser tímido, romântico e sossegado, para ser um cara impulsivo e totalmente imprevisível.
Não se sabe muito sobre essa pedra. Só se sabe que somente ela tem o poder de separar as personalidades como a de Clark e Kal-El. no 4.01, Martha Kent ultilizou essa pedra para separar Kal-El de Clark, no episódio 4.17 que divide Lex em uma parte boa, e outra ruim. e também no episódio 8.22 que Clark usa para separar Davis Bloome de Doomsday.
Na verdade, é uma parte do cérebro interativo (Brainiac), e causa paranóia em Clark, impossibilitando-o de distinguir a realidade da ilusão. Na quinta temporada, ele acabou sendo infectado por esse material e atacou todos, inclusive seus pais, Lana, Lex e Chloe. Se livrou do fragmento que o infectou com a "ajuda" do seu professor, Milton Fine (que revelou ser Brainiac), sendo esse o culpado pela armadilha.
Essa pedra retira os poderes de Clark enquanto mantém contato com ela. Na sétima temporada, Clark utiliza uma dessas pedras para derrotar Bizarro que, ao ser exposto a pedra azul, tem uma sobrecarga de poderes até a morte. Infelizmente, o preço é alto e Clark acaba perdendo seus poderes, mas o efeito não foi duradouro. No último episódio da nona temporada, "Salvation", Clark utiliza uma pedra de kryptonita azul para permanecer na terra enquanto os outros kryptonianos, incluindo Zod, que também estavam no planeta, são mandados para uma "nova" Krypton. A pedra é posteriormente retirada de seu abdômen, local onde Zod cravou a kryptonita, por Lois, que a essa altura já sabia o segredo dele, mas quando Clark está prestes a acordar ela se esconde.